A festa na floresta

bambi__crew.jpg

imagem retirada da internet

Olá a todos..

Hoje, remexendo em algumas coisas eu encontrei um caderno cheio de histórias.. Comecei a folhear e encontrei uma mais engraçada que a outra.. Decidi então compartilhar com vocês..

E a história de hoje é: A festa na floresta. Espero que gostem..

Numa época muuui distante, quando ainda havia harmonia no reino animal, o macaco resolveu fazer uma festança na mata. Fez uma lista de convidados e teve muito cuidado para que não tivessem penetras para atrapalhar, por exemplo: a senhora onça.

Ela tinha fama de ser gulosa e egoísta, além disso sempre debochava do macaco e fazia muitas provocações…

Depois de todos os preparativos enfim, chegou o dia tão esperado.

Com bastante comida e muito felizes, decidiram jogar baralho..

O macaco e seus convidados, o veado, a tartaruga e o cachorro.

Quando estavam bem tranquilos e animados com o jogo, de repente surge a inesperada e desagradável companhia da senhora dona onça, muito aborrecida e indignada com a atitude maldosa do macaco em não convidá-la.

Naquele momento, cada um começou a pensar numa justificativa para não te-la convidado, o macaco mais esperto de todos a convidou para o jogo e o banquete.

Então a onça muito inteligente(e faminta) aceitou o convite.

“Vamos jogar sim meu amigo, mas vou já avisando: estou faminta e ao final dessa festa um de vocês não me escapa.”

A partir dali a festa foi mega tensa e cada um começou a dar um jeitinho de escapar da morte.  Começando pela tartaruga que sendo muito devagar nos passos, precisaria sair o quanto antes dali. Pediu licença para ir ao banheiro alegando probleminhas de mulher.

O segundo a se esquivar foi o cachorro, dizendo que precisava ir ao banheiro pois havia bebido muito…

A onça então pediu que na volta trouxesse a tartaruga, pois já havia um tempo que ela tinha saído. (ledo engano coitada, a tartaruga já estava a caminho do rio e o cachorro também).

Vendo essa situação, o macaco que não era nem um pouco bobo subiu na árvore e gritou.

– Corre amigo veado, senão ela vai te devorar.

Aí que a onça ficou mais brava ainda… O veado conseguiu escapar e o macaco que era muito esperto pulava de galho em galho e ela não o alcançava, então ela partiu em direção dos rastros do cachorro e chegou ao rio.

Já pertinho do rio, a tartaruga sentindo que morreria caso a onça não pegasse o cachorro, se escondeu em seu casco e ficou quietinha. O cachorro correu o máximo que podia para despistar a onça e se jogou no rio fazendo com que ela recuasse.

Ela, muito irritada pegou a primeira pedra que viu e com todas as forças tacou no cachorro na intenção de matá-lo e gritou

– Ai que ódio, que noite ruim! Tinha três alimentos na mão e deixei escapar, não comi nenhum…

Ao que a tartaruga respondeu antes de cair na água:

-Três não, quatro.

Pois a pedra que a onça havia jogado era na verdade a tartaruga.

Moral da história: Quem muito quer, nada tem.

Será que conosco também não é assim?

Quantas não são as situações em nossas vidas que ficamos com vontade de ter um monte coisas? Mas se não focarmos em uma só por vez, acabaremos como a dona onça, com 4 opções a nada nas mãos..

Um mega beijo e até amanhã..

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s