A maldade do ser humano

fofos.jpg

 

Olhando esses gatinhos acima você deve pensar: Nossa que fofos. Nossa, como são frágeis. Ah, como são lindinhos…. principalmente quem ama gatos..

Eu penso tudo isso aí quando vejo fotos tão lindinhas.

Mas hoje eu vim falar de um assunto muito sério. A maldade do ser humano nos dia atuais.

Como eu disse segunda feira, sábado eu não postei nada porque aconteceu um contratempo horrível comigo e hoje vou falar sobre esse “contratempo”.

Uma pessoa irresponsável abandonou alguns gatinhos em frente a casa de outra pessoa. Ela ficou com dó e colocou todos pra dentro de seu quintal. Detalhe: Eram todos filhotes, não deviam ter 30 dias de voda ainda. E foi isso mesmo que você leu, ela colocou os filhotes pra dentro de seu quintal, não dentro de casa…

esses gatos não comiam ração, comiam restos de comida e reviravam lixo no quintal dessa pessoa.

Determinado dia a vizinha da frente viu os bichinhos revirando o lixo, mas não podia fazer nada porque também não tinha condições de dar ração para todos. Pouco tempo depois algumas crianças que estavam brincando na rua pediram para essa “dona dos gatos” deixar que eles levassem um dos gatinhos pra brincar um pouco a frente da casa. Sabe o que aconteceu?

O gatinho voltou arrastando as duas patas traseiras. Ninguém soube explicar o que aconteceu. Disseram que um cachorro mordeu o gato e ele havia ficado assim. Até aí, tudo bem, pois ninguém além dessas crianças estava no local.

No dia seguinte a vizinha da frente ligou pra sua filha pedindo ajuda, a moça foi até o quintal, pegou o gato e levou ao veterinário. Chegando lá fez a medicação e descobriu que talvez o bichinho nunca mais pudesse andar. Para terem certeza, fizeram um raio x. O resultado? Exatamente o que esperavam. O gato havia ficado paraplégico.

No raio x não foi acusado nenhum sinal de mordida. Tanto o veterinário, quanto a técnica que fez o exame, disseram que foi um trauma. Queda, chute o pisada que aconteceu com o gato.

Pensa que parou por aí? Não, não parou.

Antes do gato sofrer o que sofreu, ele havia comido lixo e alguma coisa ficou dentro do seu intestino impedindo as fezes de sair.

O gato perdeu a sensibilidade da metade do corpo pra baixo, com isso não conseguiria nunca mais defecar sozinho. Esse “corpo estranho” não sairia sozinho, precisava que o gatinho empurrasse, mas sem sensibilidade, nada feito.

Quer saber o fim da história sem enrolação nenhuma???

O gato morreu. Sim, morreu.

Mas por que?

Porque ele não conseguiu expelir nada de fezes, pois esse lixo estava atrapalhando a saída. Nenhum laxante deu certo.

Aí eu te pergunto, de quem é a culpa?

Das crianças que pegaram o gato?

Da vizinha que não pegou o bicho sabendo que ele só comia lixo?

Da dona do gato que deixou o bicho na mão de criança?

Sinceramente?! Na minha opinião é um pouquinho de tudo, mas o maior problema de todos é o fato de ter alguma coisa atrapalhando as fezes saírem, porque gatos paraplégicos vivem bem e conseguem evacuar(fazendo lavagem sempre), então o problema seria muito menor se a pessoa que se dizia dona dos bichos não deixasse eles comerem lixo.

Até que ponto pode chegar a maldade do ser humano?

Deixar os bichos se alimentarem de lixo, deixar crianças brincarem como se fosse um brinquedo.

Agora onde estão os pais que não ensinam mais amor ao próximo? Onde está o amor no coração das pessoas?

Sabe por que eu sei dessa história toda? Porque fui eu quem pegou o gato e levou ao veterinário.

Foi um final de semana péssimo esse que eu passei, confesso que me fez repensar muitas atitudes que eu já tomei na vida. Vamos começar a nos importarmos mais com o nosso próximo, seja ele uma pessoa, uma planta ou um animal.

Só peço a Deus que tenha piedade e misericórdia da raça humana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s